Líbia: o cinismo ocidental


A divulgação de documentos comprovando a estreita cooperação entre o governo de Kadhafi, a CIA e o serviço secreto britânico, demonstram o  alto nível patológico de cinismo do ocidente.

Já salientamos que até o início do ano Muammar Kadhafi era mais um governante com boas relações com o ocidente. Gente boa. A chamada “primavera árabe”  ativou a oposição ao status quo regional e provocou a queda de alguns governos árabes.

Há mais de quarenta anos no poder Kadhafi entrou no cardápio das mudanças que estavam ocorrendo. Apesar de taxado de “sanguinário” e desrespeitar os sagrados direitos humanos, o tapete vermelho sempre era colocado para o líder líbio em suas visitas ao redor do mundo.

Observe as duas fotos. A foto acima é de Kadhafi e Berlusconi, primeiro-minstro italiano. Abaixo, você está vendo o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair. Ele parece estar muito feliz …

Com os documentos vindo à tona, eu gostaria de perguntar aos “defensores” dos direitos humanos e dos grandes valores da civilização ocidental: como é possível a CIA (orgão dos EUA) ter cooperado com Kadhafi e enviado “suspeitos” para serem torturados pelo sanguinário líder? E os Direitos Humanos?

São palavras, nada mais que palavras. Ninguém está preocupado com “detalhes”. Gostaria de saber a opinião dos analistas sobre tal relação. E a nossa mídia? Será tão “crítica” contra os EUA e Reino Unido? Ou eles podem torturar, matar etc.? É repugnante.

Quem é o vilão? Kadhafi? Um boa pergunta que já tem resposta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.