Ser “Maioria”: é o grande “pecado” do governo de Dilma Roussef


Como já salientei, Dilma governará com o Congresso Nacional totalmente favorável. Obter a maioria em qualquer país civilizado é algo fundamental para a implementação das políticas do governo.

MAS, no Brasil transformou-se  é um grande “pecado”.  A mídia conservadora já está começando a espalhar o “perigo” do governo ter a MAIORIA.  Segundo o pensamento conservador, o PT tem um “cheque em branco” para fazer o quiser como se estivéssemos em uma ditadura.

Ser “minoria” para a oposição é não ter o direito de instalar CPIs (louváveis quando objeitvo não é meramente o político), a grande “arma” que ela possui. Contudo, para mim a situação está realmente preta quando a única forma de fazer política é através das CPIs. Talvez resida aí, o fracasso de mais de uma década do PSDB e da ARENA (DEM).

Os alarmistas não deveriam esquecer que foram os eleitores ( “escória” para a nossa classe média cristã)  que proporcionarm essa base favorável ao governo de Dilma Roussef. A “maioria” conquistada deve ser vista como a capacidade do governo ter obtido resultados concretos sociais e econômicos.

A oposição deve se preocupar em abandonar os preconceitos  coloniais contra as camadas mais pobres e ver o Brasil não sob o olhar nova-iorquino, mas através das paisagens do Sertão e das cidades nordestinas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.