Obras Completas de Freud: tradução direta do alemão 7


Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone

A tradução levada a cabo por Paulo Cesar de Souza desde 2010 das Obras Completas de Sigmund Freud pela Companhia das Letras é a primeira a ser feita do alemão para  o português. A possibilidade de ler Freud através de uma tradução direta do idioma de Goethe sem as possíveis  “interpretações” trabalho do mestre vienense é de suma importância.

Uma das famosas traduções das Gesammelte Werke [Obras Completas] para o português era da Editora Imago.  James Strachey  foi o responsável  pela tradução do alemão para o inglês. Esta foi  a versão utilizada para o português da Imago . Logicamente “traduções das traduções” sempre comprometem o entendimento da obra de um autor a despeito dos esforços do tradutor em fazer um bom trabalho.

 

Obras Standard

Standard Edition brasileira, Editora Imago

 

Com esta nova tradução das Obras Completas o público brasileiro poderá ter acesso a um trabalho mais “límpido” e mais próximo do texto alemão. A edição alemã que serviu de base para a versão portuguesa foi a Gesammelte Werke [Obras completas], publicada entre 1940 e 1952.

A versão brasileira será composta por vinte volumes. O vigésimo será composto pelos Índices e a Bibliografia. Até o início de 2015 haviam sido publicados os volumes 9, 10, 12, 14, 15, 17 e 18. Vale ser mencionado algumas pequenas “alterações” em termos técnicos realizada pelo tradutor como: “instinto” por “pulsão”, “instintual” por “pulsional”, “repressão” por “recalque” e “Eu” por “ego”. Como salienta Paulo Cesar de Souza, (…) “não existe a pretensão de impor as escolhas aqui feitas, como se fossem absolutas. Elas apenas pareceram as menos insatisfatórias para o tradutor” (…). (Sigmund Freud, Obras Completas. Volume 18, p,12)

 

Tradução direta do alemão por Paulo César de Souza

Tradução direta do alemão por Paulo César de Souza

 

Sem dúvida um excelente e pioneiro trabalho que merece ser avaliado.

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 pensamentos em “Obras Completas de Freud: tradução direta do alemão

  • Gabriel Pereira

    Meu caro, sou estudante de Psicologia, e amante de Psicanálise. Você mencionou que foram publicados volumes entre o 9 e o 18. Mas e o 1, 2, 3, 4, etc? A publicação não segue tal ordem cronológica?

  • Charles Pennaforte Autor do post

    Prezado Gabriel, a tradução não segue a ordem cronológica das publicações de Freud. Trata-se da forma escolhida pelo tradutor. Até agora (dezembro de 2015) foram publicadas os seguintes volumes: 9 (1909-1910), 10 (1911-1913),11 (1912-1914),12 (1014-1916), 14 (1917-1920), 15 (1020-1923), 16 (1923-1925), 17 (1926-1929) e 18 (1930-1936). O tradutor Paulo César de Souza explica na página 11 que as traduções começaram pelo “período intermediário e de pleno desenvolvimento das concepções de Freud, em torno de 1915, e daí proceder para trás e para adiante”.
    Saudações

  • Charles Pennaforte Autor do post

    A obra está sendo lançada gradualmente. Visite uma livraria próxima para saber qual o último lançamento.

  • Gleici Pereira dos Santos

    Boa noite! Estou fazendo um trabalho sobre a história das edições e traduções para o português das obras de Freud será que você pode me ajudar